DEUS, Meu DEUS!
Vera Jarude
Interpretação: Astir*Carr


DEUS, meu DEUS!
Te peço tantas coisas e, ao mesmo tempo,nem sei se mereço ou se tenho este direito!
DEUS, meu DEUS!
Neste momento, em que vejo
tantos e tantos inocentes
morrendo, venho a Ti humildemente implorar, de coração, não deixa a mão do inimigo solta, PAI!

Com tua infinita misericórdia e
piedade, segura com teu poder
pessoas que estão armadas, com o ódio, com a maldade, sem piedade e que abusam de seu próximo com a impiedosa e sanguinária vontade de destruir
o que tu PAI destes com tanta beleza - este mundo perfeito!

DEUS, meu DEUS!
Quem mais tem o poder de acabar com tudo que está acontecendo, a não ser somente
tu, PAI?
Sei que deste Teu Filho para a morte, em troca só do amor que Ele pregou, para a união de todos, em comunhão
considerando-os como irmãos!
Será meu PAI, que tudo foi
em vão?

Só Te peço clemência ao irmãos de sangue!
Obrigada, PAI!

 
Arte e Formatação: Vera Jarude