Bondade, ser humano!
Vera Jarude
Intepretação de Artir * Carr




Que neste momento de reflexão,
todos nós seres civilizados, possamos
neste dia, quando relembramos
o sofrimento e morte de Cristo,
nós todos, seres mortais, possamos
rever nossas atitudes para com nosso próximo, independente
de cor, raça e dos amigos sem rosto
deste mundo virtual .

Vivo observando o que se passa nesse
mundo cibernético, que virou um mural
para cada um mandar seus recados,
tão cheios de maldades, invejas, soberbas
e vaidades.


Vamos rever nossas escritas e quando
quisermos mandar nossos recados,
de bondade, maldade, raiva, alegria
e outras tantas contidas em cada
coração sofrido, façamos com
destino particular, entre cada um
de nós, de preferência dirigida
a quem nos magoou, nos destratou,
ou até nos enganou.

Sejamos sinceros e honestos conosco,
porque com Cristo, estamos somando
e o retorno vem tão rápido,
seja ele de ódio ou de amor...

Vamos todos rever nossos atos...
Existem tantas pessoas dignas neste
mundo e que merecem tanto
que levemos nosso amor.
Unamos
nossas mentes e nossas mãos,
para o amor doar...

Somos todos neste instante um só
pensamento, do bem e pelo
bem.

Que Cristo nos ajude a perdoar,
abrindo nossos corações para
que possamos lotar o mundo
de amor e bondade.
Cada espinho que em Cristo
foi cravado, foi somente
para nos mostrar, que
mesmo morrendo,
esperava ver todos na paz e num
mundo onde só vivessem irmãos.
Façamos isso então, não só aqui,
mas em todos os lugares.

Feliz Páscoa, com CRISTO!

 

 

 


Arte e Formatação: Vera Jarude

 

 

Voltar