Acordei tarde, não importa!
(Vera Jarude)

Quem sabe um dia qualquer,
você acorde dos seus delírios
e volte para o mundo real
e nesse voltar, tente me encontrar.
Será  tarde... quem sabe?

Sei que não serei mais a  mesma,
o tempo foi tão ingrato
com nosso amor que só deixou dores
e muitas marcas...
 e delas ainda estou vivendo
e tirando as sequelas!

Dores essas que a vida deixou,
só porque amei você e nessa espera,
tudo foi dando errado para esse amor...

Mas não importa querer agora,
cobrar quem fez o que... porque...
quando entreguei nas mãos de Deus,
certeza eu tinha que um dia
alguma coisa aconteceria!

Aconteceu sim, estou livre ...
para viver outra vida ou quem sabe
viver a minha mesma,
já que faz tempo que não sei de quem era,
se entreguei a você já nem sei, só sei
que esperei tanto e em  vão.

No amor tem momentos que  nos perdermos ,
 ficamos sem rumo...
pensando que mandamos no coração,
que nada...
Penso que   agora sei:
Sou a única dona desses sentimentos
e dou graças a Deus,
por tudo que restou em mim...
mesmo insegura.

Não vou mais deixar ninguém machucar esse coração
e  muito menos usar meus sentimentos...
 

23/10/09
 
 
 
Formatãção: Tere Penhabe